Novas naves? [269]

  • Se rever a parte energética for complicado.
    Porque não oferecer antes deslocações a quem escolher ser mineiro?


    Sinto que a discussão acabava e que era bom para quem tinha planetas nessas posições e evitavam de estar a mexer na programação.

    Ou isso ou alterar o sistema da ceifeira, não existirem percas é um beneficio demasiado grande.
    Ou então o rastejador não ser destruído e funcionar como a ceifeira, recuperava as defesas do planeta, já que tem um consumo alto para quase nada, que trabalhe para o que consome.

  • Como alternativa pode ser acabar na pratica com a classe descobridor que nao faz sentido e incorporar a parte das naves de expediçao para recolha dos tais cd´s nos campos 16 assim como mais slots de expediçao na classe dos mineiros e acabar com a porcaria da nave da energia...basicamente a classe devia ser os 25% mais os acrescimos em tecs e exploraçoes espaciais...

  • Como alternativa pode ser acabar na pratica com a classe descobridor que nao faz sentido e incorporar a parte das naves de expediçao para recolha dos tais cd´s nos campos 16 assim como mais slots de expediçao na classe dos mineiros e acabar com a porcaria da nave da energia...basicamente a classe devia ser os 25% mais os acrescimos em tecs e exploraçoes espaciais...

    Nao é uma ma proposta tambem

  • Como alternativa pode ser acabar na pratica com a classe descobridor que nao faz sentido e incorporar a parte das naves de expediçao para recolha dos tais cd´s nos campos 16 assim como mais slots de expediçao na classe dos mineiros e acabar com a porcaria da nave da energia...basicamente a classe devia ser os 25% mais os acrescimos em tecs e exploraçoes espaciais...

    entao aquele testamento todo a defender a nave e agora por ti podem acabar com ela ??


    Oh pá vocês são mm alucinados lol


    Primeiro, a GF já desenvolveu isto e implementou no PTS e nunca vai voltar atrás. O máximo que podem fazer é pequenas alterações.


    Segundo, façam propostas realistas... Vocês só querem o bom, o mau tá quieto...


    Como tenho vindo a dizer há que equilibrar certos aspectos. A ceifeira está muito boa e equilibrada, falta só ajustar a questão do estaleiro porque 100% é ridículo. A rastejadora neste momento implica um investimento excessivo e perda de campos nos planetas para esse investimento, campos esses que em contas que não venham de unis antigos, não possuem mais de 250 campos base (lá pode haver 1/2 planetas com mais mas muito raro) e portanto meter mais edifícios é contraproducente. Eu já tenho os planetas a rebentar pelas costuras e até tenho bons campos, praticamente tudo acima dos 240 sem Terraformador e ainda recolho a producao duas vezes ao dia para não ter armazéns desnecessários e já ando a demolir planta de energia, portanto não faz sentido eu desfazer os 25 campos que tenho para usar em minas, e mais tarde afinal ocupar-los com fusão...para não falar nos 11B enterrados num edifício e tec que podem muito bem ser substituídos por um investimento de 2B lol

  • A questão da energia acho que é um problema maior sobretudo para quem tenha os planetas localizados no slot 15 e assim.. pk os satelites pouca energia produzem entao como a nova nave requer energia para funcionar é complicado. No entanto quem ta nesses slots ja ta a usufruir de muito maior produção de deuterio, daí que nao podem ter o melhor dos dois mundos que é quererem muita energia e produzirem uma tonelada de deuterio lol. Como ja disseram aí atras oferecerem algumas deslocações gratis podia ser interessante, assim quem quisesse mover os planetas para se adaptar podia o fazer.

    No entanto dito isto axo que a parte dos mineiros ja ta bastante boa, tarem a retirar as poucas desvantagens que tem não axo que faça sentido.. Na minha opiniao bem mais urgente do que isto é rever aquela questao de os atacantes recuperarem 100% da frota que isso nao tem logica.. ate admito que recuperem alguma coisa mas uma percentagem mt inferior (30% por exemplo). E depois convem melhorarem a categoria do explorador porque como ta ninguem a vai escolher. Logo essa sim merece ser melhorada..


    É so a minha opiniao.. Bom jogo a todos xD

  • o lance é que a ceifeira está muito fora da realidade,esta favorecendo drasticamente os froteiros pois podem atacar sem se preocupar com ninja ou com as perdas é demasiado favorecimento e além disso poder reciclar logo na batalha,se não ou ver um limite de reciclar ou de quantidade de naves os recicladores vão ficar obsoletos , e o rastejador está sendo impraticável por causa da energia necessária para faze-los,naves deveriam usar deutério e não energia ou no mínimo reduzir a quantidade exigida pois está fora da realidade como esta.

  • Boas, pelo que tenho analisado será expectável que a classe que toda gente vai aderir (pelo menos 90 % dos players independentemente se são mineiros ou não) será a classe Collector.

    Digo isso porque se virmos, é a única classe que diretamente sai beneficiada (25%+50 % de produção). Não vou entrar em discussão sobre a energia que gasta e o nº de satélites, no entanto veria com bons olhos que se usa-se deutério em vez de energia.

    Na realidade a nave é baratinha e por isso irá fazer um CD relativamente pequeno e com o estaleiro ativo as perdas poderão ser insignificantes comparativamente ao incremento da produção.


    Relativamente à classe General, tem características interessantes mas não incrementa vantagem direta para os froteiros.

    A reaper parece uma grande nave mas não estou a ver o pessoal a farmar luas com ela, pois são menos rápidas que os interceptores/cruzas e gastam mais deutério. Vejo a sua utilização mais como frota de defesa ou a ser utilizada em ataques "maiores" quando os defensores já têm frotas mais equilibradas e possivelmente sem muitas edms. Relativamente à recolha do CD, ela só recolhe 25 % do CD, logo os reciclas terão que ser sempre enviados. Deste modo, também não vejo que seja grande valia nesse ponto.

    As restantes características, são engraçadas mas entre ter uma produção de 25%+50 % e ter essas características, na minha opinião é mais inteligente ter maior produção e comprar a reaper no marketplace.

    Por fim, sobre a não perda de frota, se houver ninja ou mesmo quando houver combate, para mim não faz nenhum sentido. De certeza que nenhum froteiro quererá isso e, parte da magia do ogame irá se perder. Devo dizer também, que essa característica não está indicada no modo General, no servidor de teste, e também não está ativa e por isso não consegui ver como funcionava.


    Modo Discoverer??? Esqueçam lá isso, só vai escolher essa classe quem gostar de jogar farmville ou aqueles que usam bot para atacar inativos (e mesmo assim penso que compensa ter maior produção do que andar a farmar 75% de recursos aos inativos).


    P.S. Ahhhh, o pessoal que usa multicontas é que está a esfregar as mãos. A partir de agora é que vamos ver contas a subirem 200, 300, 400 % sem a gente perceber porquê. Por outro lado, também haverá o perigo de descobrirem outros bugs e começarem usar isso para seu beneficio próprio......nada disso existe ou existiu no ogame...imaginem isso mais num universo paralelo .

  • O que venho reparando sobre essa nova atualização são melhorias apenas para as contas mais antigas, não vejo essa atualização atraindo novos jogadores, o que deveria ser o foco da Gameforge, é matemática básica, mais jogadores, mais lucro, mais atividade, mais alvos, comércio, etc... ao invés disso essa nova atualização só vai aumentar ainda mais o abismo entre contras novas e antigas.


    Uma sugestão que talvez atrairia novos jogadores seria deixar a classe descobridora como parte do tutorial, por exemplo, vejam bem é só um exemplo, Completar duas tecnologias, Prêmio: Classe Pesquisadora Ativada, e manter as classes militar e mineradora bloqueadas para novos jogadores até atingir a pontuação mínima que cada universo possui como proteção a novos jogadores (quando um jogador deixa de ser verdinho), nesse ponto o jogador poderia escolher qual classe gostaria de seguir, e os bônus da classe descobridora seriam reduzidos a 50% ou eliminados por completo.


    Essa classe descobridora pelo que parece afeta muito mais novas contas, pesquisa mais rápida, farm a inativos maior, tudo característica de novas contas.


    Fora isso a tal da nave ceifeira na classe militar recuperar 100% da frota é muito fora da realidade mesmo, deveria ser algo parecido com a nave mineira, cada nave garante x% de recuperação com bônus máximo baseado nas características do universo, exemplo universo de CD 80%, estaleiro recupera em média 10-12%, a nova nave recupera os ultimos 10%, fechando assim os 100%, outro exemplo CD 30%, estaleiro recupera 35% e ceifeira recupera então 35%, fechando os 100%. Se o cara for ninjado se vira para reciclar, e obviamente fica sem estaleiro também, mas ainda recupera a % da ceifeira, para outras classes o bônus fica em 50% conforme o próprio descritivo da nave prevê.


    Já a nave mineira apesar de muita gente reclamar do consumo de energia dela, eu achei aceitável, porque todo mundo já quer sair usando o bônus máximo delas sem consequência alguma, tem que ter uma certa estratégia pra sustentar os 50% de bônus dessas naves, tem que ser difícil chegar ao bônus máximo.

  • Entao tu dizes que isto só vai cavar um fosso maior entre contas fortes vs fracas e depois sugeres que uma conta fraca não tenha direito a usufruir dos bônus sendo que estes devem de ficar bloqueados até um mínimo de pontuação ????


    Vamos lá ser coerentes...


    Quanto ao resto achei uma ideia interessante, no entanto, falando da ceifeira, ela não pode ter valores diferentes de reciclagem dependendo do CD de cada uni, como disse, as coisas já estão desenhadas e implementadas, sejam realistas e percebam que a única coisa a fazer agora é sugerir alterações a valores e não novas programações.


    Estar aqui com teorias é completamente desnecessário... A GF nunca se preocupou em ouvir a comunidade, nem os próprios admins do jogo o fazem, portanto foquem-se no que interessa.


    Se realmente houvesse interesse da parte da GF ou mesmo dos admins, antes desta surpresa tinham vindo falar com as comunidades sem lançarem fosse o que fosse...


    Para finalizar, essa teoria de que a GF devia de cativar público novo... Mas tás a brincar ? Sabes quantos anos o ogame tem ? Lol este jogo está em fase descendente há muitos anos e olhando para a realidade de video jogos e o mercado NUNCA vais voltar a ter este jogo como há 15 anos atrás quando os jogos de browser estavam no auge lol portanto a única opção da GF é MANTER os jogadores que ainda tem... E daí as "inovações" do estaleiro e da ceifeira.


    Quem são os grandes clientes da GF froteiros ou mineiros ? Acho que não é preciso explicar a resposta, pois não ? E o que acontece 99% das vezes que um froteiro perde a sua frota ? Desiste... Daí estás "actualizações". Não duvides que a vontade da GF era apenas implementar a ceifeira, mas a GF sabe muito bem que se vira isto apenas para os froteiros depois o jogo morre pq no início de vida de um uni tens uns 100 froteiros mas passado um ano nem 20 activos consegues encontrar lol


    Enquanto não perceberem isto andamos aqui a divagar. E a teorizar cenas que nunca serão mudadas, porque no final de contas a GF pensa pura e simplesmente onde é que pode ganhar mais dinheiro.

  • Bem vendo bem estas novas naves e classes (para alem do novo mercado) também sou da opinião que a rastejadora para ser rentável o seu uso deveria basear-se no deuterio (pois sendo 1 nave é deuterio o que a alimenta se fosse uma mina ou coisa fixa ai sim seria a energia).

    Ou isso ou dar como sugeriram algumas deslocaçoes gratuitas para o pessoal ter a hipotese de mover de slots muito frias (tipo a 15) para outras onde os satélites produzam bem mais energia.

    A opção da planta fusão e da tec energia está fora de questão para universos/contas recentes. Nem eu as uso no universo + antigo do pt e já tenho minas a 43/37/39 (só coloquei em 2 planetas por causa de serem pequenos e ter demolido por completo a planta solar para ganhar o dobro de campos para as minas).


    Quanto à classe militar está com muito boas opções (ate acho que são demais), principalmente a ceifeira mas ela não poderá recuperar a perda total frota em caso de ninja pois iria desvirtuar totalmente a essência do jogo desde a sua origem no old-design que era atacar/controlar/evitar ninjas.


    Por ultimo a classe descobridora poderá eventualmente ser escolhida só em universos muito antigos, em que os inativos tem minas razoaveis e armazens bons, o que as vezes permite ter + de 10M recursos parados sem defesa. Roubar a 75% em vez dos 50% normais seria 1 grande boost de recursos extra para quem gosta de farmar constantemente.

    Capella Hyperion e Nusakan

    ex-U7, Kassiopeia, Pegasus e Betelgeuse

  • Mas por exemplo Furaminas no meu uni que as sondas tem carga e usam para ataques esses boost nao serve de nada em vez de ir la uma vez vou duas e perco um minuto literalmente ^^, portanto essa classe está mesmo desiquilibrada em relação às restantes.

    Estou em total desacordo com a ceifeira recuperar 100% da frota num ataque acho que é unânime que nao tem pés nem cabeça como ja foi sugeridose recuperasse uma percentagem nao era mal pensado e sempre era uma ajuda em caso de ninja.

  • Mas por exemplo Furaminas no meu uni que as sondas tem carga e usam para ataques esses boost nao serve de nada em vez de ir la uma vez vou duas e perco um minuto literalmente ^^, portanto essa classe está mesmo desiquilibrada em relação às restantes.

    Estou em total desacordo com a ceifeira recuperar 100% da frota num ataque acho que é unânime que nao tem pés nem cabeça como ja foi sugeridose recuperasse uma percentagem nao era mal pensado e sempre era uma ajuda em caso de ninja.

    Instinto faltou-me mencionar esse "pequeno" (mas importante) pormenor que essa escolha da classe descobridora nos universos antigos só acontecerá caso as sondas NÃO tenham carga, e obrigatoriamente tem que se farmar com cargueiros pequenos e com motores impulsão altos, pois senão então é que é mesmo para esquecer a classe =O

    É que as outras vantagens que eles enunciam (alcance do lanx aumentado e melhores resultados das expedicoes) não tem grande interesse pois, no 1ª caso aumentas o sensor com recursos e consegues o obter, e o 2º caso ainda gostava saber se é assim tão bom o resultado das expedições COM SUCESSO; e nas que não tem sucesso se aumenta também a probabilidade de perda total frota X/

    Capella Hyperion e Nusakan

    ex-U7, Kassiopeia, Pegasus e Betelgeuse

  • Mais uma vez boas discussões por aqui, bons argumentos apresentados em determinados assuntos. Obrigado!


    Quando à Exploradora e à classe Descobridor, vejo que é muito pouco aceite nesta comunidade, e que a opinião de OP da Ceifeira/General é unânime. Concordo em alguns pontos com o que foi referido aqui, mas na minha humilde opinião neste jogo de guerra os froteiros andavam a precisar de incentivo. Claro que há que limar muita coisa ainda.


    Quanto à classe menos aceite e considerada a 'mais fraca', vejo alguns pontos interessantes - dependendo da forma como alguns jogadores se adaptam ao jogo e o jogam - como por exemplo os três primeiros pontos (25% menos de tempo de pesquisa, 300% de mais ganhos em expedições com sucesso (e a juntar a este +2 slots de expedições), Planetas 10% maiores quando colonizarem.) e as caracteristicas de nave de recolher CDs até à capacidade máxima de carga e a possibilidade de receber dois items de loja por dia é bastante interessante.


    Acho que sim, é notório que várias coisas têm que ser limadas mas a meu ver e para diferentes formas de estar no jogo, cada classe tem coisas bem interessantes e que benificiarão modos de jogo. Não me vou pronunciar quanto aos 100%, porque isso nem está implementado e como já disse numa resposta anterior é apenas um conceito/ideia (e sim, parece-me que o feedback influenciará nisto ;)), mas gosto do boost que está a ser dado de uma forma geral à classe froteira. Afinal de contas estamos a falar de OGame.



    E agora, voltem à carga! Critiquem, apresentem razões, defendam pontos de vista, mostrem que estamos errados, mostrem que estamos certos (lol?!), opinem!


    Peço-vos uma única coisa, mantenham o feedback com o nível que têm mantido até aqui, é uma grande ajuda e muito apreciada. :)

  • Resumindo um pouco tudo isto..


    .Classe collector parece me bem...quem quer muita produçao tem de correr riscos pois trata se de um incremento muito grande...

    . Classe Descobridor parece me pouco as vantagens....mais algum tipo de incremento ou beneficio terá de ser dado para que os jogadores ponderem optar pela classe

    . Classe General...é uma opçao viavel sendo que o racio de recuperaçao de frotas em caso de ninja nao deve ser total...

  • Permite-me desconstruir um pouco dado que tenho por habito fazer várias expedições e até tenho tracking dos resultados:

    Neste momento tenho 6 slots. A minha média por expedição de LUCRO é de 245k mais coisa menos coisa.

    Vamos assumir então que estes valores sendo que os valores vão melhorar em 300% (assumindo que é x3 direto) vou ganhar= 735*6 + 2*980= 6M de cada vez que mando.

    Agora as que dão lucro são sensivelmente 43,86%. logo cada vez que mando ganho 3M (vou meter os outros 7% para os 50% como o que eventualmente recolho dos piratas/aliens e acho que estou a ser generoso no valor).

    Eu até apanho uns inativos gordos por isso adiciono no fim uns M's a mais.

    Se mandar 80 expedições por dia que me parece razoval, são 10x. dessas 10, 5 terão lucro total de 3Ms. estamos a apontar para mais 15M/s dia. Vá vamos ser ainda um nadinha mais generosos por causa do cd reciclado que é sempre icognito e os 2 itens diarios que podem sair e que se apanham uns inativos gordos. 30M/s dia.

    Ora isto tem o potencial de me aumentar em 30M/s dia se estiver com sorte. Mesmo 35M/s já sendo um mãos largas.
    2 itens por dia é pouco importante mesmo que fossem 30%, as pesquisas ninguem quer saber porque demoram tempos tão ridiculos que 25% não é nada, e os planetas é só um "nice to have".


    Agora 35M/s dia COM SORTE, é basicamente metade de produção que o mineiro dá de base (25%) no meu caso e nem sou top em minas. Juntando os outros 50% da tal nave torna isto completamente ridículo :)

  • Quanto à classe menos aceite e considerada a 'mais fraca', vejo alguns pontos interessantes - dependendo da forma como alguns jogadores se adaptam ao jogo e o jogam - como por exemplo os três primeiros pontos (25% menos de tempo de pesquisa, 300% de mais ganhos em expedições com sucesso (e a juntar a este +2 slots de expedições), Planetas 10% maiores quando colonizarem.) e as caracteristicas de nave de recolher CDs até à capacidade máxima de carga e a possibilidade de receber dois items de loja por dia é bastante interessante.

    Pronto estes pequenos aperitivos em nada mudam a minha opinião anterior.

    Tal como o supernatural disse e bem, -25%tempo pesquisas é irrelevante quando, por exemplo, eu para por astro 24 preciso de 15s6d18h com rip a 11 e 12 laboratórios a 12.

    Logo não será assim 1 redução de monta e já nem falo do exacerbado material necessário para tal:

    • 1,555kM Metal
    • 3,111kM Cristal
    • 1,555kM Deuta

    os 300% ganho em expedições para além de ser +- 1/5 da minha produção mineira diaria obriga a teres muito slots ocupados que poderiam render bem mais em inativos gordos.

    os planetas 10% maiores é só para adoçar a vista pois, com sorte ou tentando algumas vezes, tira-se planetas bem grandes e suficientes para minar a altos níveis.

    Os 2 itens por loja são facilmente suplantados no mercado onde se pode ir buscar bem + que 2 e tambem novas naves.

    A nave recolher cd até à sua capacidade máxima falta saber valores de carga específicos que ela tem.


    Continuo a achar que muito poucos irão ponderar escolher esta classe prongs. :)1

    Capella Hyperion e Nusakan

    ex-U7, Kassiopeia, Pegasus e Betelgeuse

  • Fazendo um bocadinho aquilo que tenho vindo a criticar, mas apenas para perceberem que se tivessem vindo falar conosco antes de inventar fosse o que fosse talvez as coisas não precisassem de tanto arranjo e conversa, a classe descobridor seria muito mais interessante se cortasse os custos das pesquisas em 25% e aí a malta beneficiária diretamente tal como nas outras classes.


    Agora sem ter de fazer alterações drásticas, se querem tornar essa classe digna e útil, então metam essa redução de tempo na ordem dos 75-80%. Benefício direto continua a ser minimalista mas ao menos já dá um boostzinho.

  • Agora sem ter de fazer alterações drásticas, se querem tornar essa classe digna e útil, então metam essa redução de tempo na ordem dos 75-80%. Benefício direto continua a ser minimalista mas ao menos já dá um boostzinho.

    Aliás se em vez de darem -25% tempo duração pesquisas colocassem a opção de reduzir o montante de material necessário para essas pesquisas em 25%, ai sim, já era de equacionar pois naqueles valores que coloquei para a astro 24 daria 1 diminuição de cerca de 1,555k no total dos materiais ;)

    Capella Hyperion e Nusakan

    ex-U7, Kassiopeia, Pegasus e Betelgeuse

  • Bem, não concordo com algumas questões.

    Resumidamente, não concordo nada que as características da classe General faça com que seja a classe escolhida pelos froteiros, isto porque a única classe que fica automaticamente/diretamente beneficiada é a classe Collector (maior produção em 25% +possíveis 50%).


    Os jogadores que escolherem as restantes classes terão sempre que dar o corpo ao manifesto para receberem os mesmos recursos que a classe Collector terá direito. Agora vamos a um exemplo prático.....se te derem a opção de ganhares 50 euros a ver televisão ou 50 euros a trabalhar qual é a opção que escolhes?


    Digo-te mais, até penso que se continuarem assim com essas características, a maior parte dos froteiros, se não forem burros, não vão escolher a classe General e sim vão para a classe Collector. Os froteiros até poderão fazer o contrário do que dizes, pois podem perder o incentivo em atacar se conseguirem garantir os 25%+50% da produção das minas.


    Não digo isso só por dizer....digo isso, pois é o que sinto após testar as diferentes classes. De salientar que sou player com mais pontos destruídos do uni quantum (pt) e um dos froteiros mais ativos nesse uni e por isso posso afirmar que sei do que falo.


    Querem incentivar os froteiros? Epá têm que garantir aos froteiros ganhos automáticos como que fazem com os mineiros. Por exemplo, dar maiores lucros nos ataques, através do aumento % CD das naves destruídas, possibilidade de se formar CD com a destruição de defesas , possibilidade em farmar a 100 % , diminuir o custo das naves .....A meu ver, não é com velocidades mais rápidas, gastos de deutas menores ou com novas naves, etc, etc que vão incentivar os froteiros a irem para a classe General.


    Eu como froteiro, vou escolher a classe Collector e, se quiser a nave reaper vou ao market place. Aí as contas, das diferentes alianças que estão em mdf permanente, terão grande importância pois irão sair de mdf e fabricar reapers para os froteiros dessas alianças.


    A reaper, atualmente como está definida pouca diferença irá fazer aos froteiros dos universos mais evoluídos. Não estou a ver a ser utilizada, de um modo geral, e a vantagem de reciclar 25 % do CD é manifestamente pouca. Teremos sempre que enviar reciclas para recolher o restante CD.


    Querem incentivar os froteiros metam-na a reciclar a 100 % e esqueçam essa ideia mirabolante do atacante poder recuperar naves após o combate.


    Relativamente à classe Collector a principal característica negativa, que a comunidade referiu na generalidade, é a quantidade de energia que a nave exige. No entanto, garanto-te que na altura da decisão isso não vai ser inibição para os jogadores escolherem essa classe.


    Seria engraçado, após implementação dessas classes, que a GF desse um apanhado das nossas escolhas....eu aposto que, como as classes agora estão definidas, 90 % vai para a classe Collector, 9 % vai para a classe General e 1 % vai para a classe Discoverer.


    P.S. 500.000 MN para mudar de classe? Esquece lá isso LOLLOL.